18 dezembro, 2006

Astronomia do Povo

Publicado, com algumas pequenas alterações, em simultâneo no Rastos de Luz

Lanço aqui um repto a todos os que visitam o blog. Sempre fui uma pessoa citadina, mais por obrigação do que por gosto. Lá me fui habituando a viver por entre o cimento, mas sempre desejando as estradas compridas, os trilhos estreitos, o verde da vegetação, e a sensação materna da Terra, a que vou regressando de vez em quando, como hoje, que me tive de deslocar à terra natal do meu pai, em Fontinha, Cantanhede. Hoje, enquanto caminhava num terreno de família, veio-me à mente uma ideia. Já tenho uma grande caminhada na Astronomia...já li, já observei, já aprendi muita coisa, coisas que, nesta era de grande descoberta e de profícuo circular da informação, entendo que não são minhas, mas de todos, e por isso entendo-as com espírito de partilha, e de mente aberta aos sentimentos que por vezes emanam de dentro das pessoas, fruto das suas crenças e vivências. Contudo, descobri que não conheço a sabedoria popular da Astronomia...das gentes que toda uma vida labutaram nos campos, que toda uma vida enfrentaram o mar, por vezes com imensas dificuldades, por vezes, nos tempos antigos, até para se sustentarem a si mesmos e às suas familias. Entendo esse conhecimento como crucial, vital, não apenas na minha formação de astronomia, que será sempre auto-didacta e contínua, enquanto viver, mas para todos os que porventura já esqueceram as suas raízes de ligação à terra, e que nos tempos actuais, voltam a querer tomar contacto com elas...existe todo um conjunto de sabedoria popular, simples, que podemos aprender, mas mais que isso, transmitir em grupos ou mesmo em família, aos nossos filhos, e às nossas crianças, até mesmo integrada no sistema de ensino, colaborando para a construção de uma nova geração, mais amante da natureza, mais atenta à simplicidade ancestral do cosmos.

Proponho por isso, a todos os que visitam o Rastos, e aqui o Astroleiria (neste caso, sei que alguns professores o visitam), e que possuam alguma informação respeitante a esta temática, transmitida por via oral, ou por via escrita, que a partilhem, através dos blogs, na secção "Contactos", ou através do mail do Astroleiria. O objectivo é criar uma recolha desta informação, e mostrar, a sabedoria popular da Astronomia, a forma simples como as nossas gentes entendem o céu nocturno. Quem sabe, a partir desta pequena iniciativa, não se avança para uma recolha mais aprofundada, em projectos parciais que podem ser implementados nos nossos grupos de jovens, nas nossas escolas, entre outros locais. A busca que hoje fazemos do passado, é sem dúvida um pequeno passo, na direcção de um futuro bem mais harmonioso, no cosmos sublime e eterno que nos rodeia.

2 comentários:

Fernando Martins disse...

Boa ideia - eu vou começar a recolher algum material (e a minha mãe tem alguma coisa já recolhida...).

Paulo Heleno disse...

Pois então será bemvindo :) também seria interessante pensar numa forma engraçada de transmitir essa informação aos alunos