04 abril, 2011

Belas imagens de vulcões marcianos no Público

Imagens tiradas pela sonda Messenger Express
ESA revela fotografias de dois vulcões de Marte

 As imagens foram obtidas entre 25 de Novembro de 2004 e 22 de Junho de 2006 Messenger Express/ESA

Imagem tridimensional da cratera Rahe Messenger Express/ESA

Os dois vulcões numa imagem tridimensional Messenger Express/ESA

Os gigantes da fotografia chamam-se Ceraunius Tholus e Uranius Tholus e são dois vulcões inactivos situados no Hemisfério Norte de Marte. A sonda Mars Express, da Agência Espacial Europeia (ESA), passou três vezes pela região para conseguir obter a imagem total. A ESA revelou esta sexta-feira as fotografias.

A informação foi obtida entre 25 de Novembro de 2004 e 22 de Junho de 2006. A sonda fez três passagens na direcção Norte-Sul, é possível ver a fronteira da segunda para a terceira passagem.

“Durante a órbita do meio, a Mars Express captou nuvens de gelo que passavam por cima do Ceraunius Tholus [o vulcão maior]”, diz o comunicado. “Quando a Mars Express atravessou outra vez e tirou a última faixa de informação necessária para a imagem, as nuvens já tinham dissipado há muito e por isso existe uma linha definida que as corta no mosaico final.”

Ceranius Tholus, o maior dos dois vulcões, tem 130 quilómetros de diâmetro, e sobe até aos 5,5 quilómetros. No meio, a caldeira tem 25 quilómetros de diâmetro. Uranius, que está 60 quilómetros a norte, tem um diâmetro de 62 quilómetros e uma altura de 4,5 quilómetros.

Ao redor dos vulcões existem várias crateras causadas pelo impacto de meteoros. A maior delas, chama-se Rahe e está entre os dois vulcões. Mede 35 por 18 quilómetros e foi causada por impacto oblíquo que aconteceu depois da actividade vulcânica ter terminado.

Entre a caldeira de Ceranius e a cratera de Rahe, existe um vale comprido com 3,5 quilómetros de largura e 300 metros de profundidade. Embora a existência deste vale seja debatida, os cientistas acreditam que pode ter sido formada devido ao derretimento de uma calote de gelo no cimo do vulcão, que tenha arrastado um canal de lava.

in Público - ler notícia

Sem comentários: