08 outubro, 2011

Dracónidas, a Lua, Júpiter e Neptuno do Dia Internacional de Observação da Lua

Mapa das Dracónidas 

Dia 8 de Outubro é o Dia Internacional de Observação da Lua (International Observe the Moon Night). A equipa que coordena este evento a nível mundial é constituída por cientistas, educadores, organizações não governamentais, etc. O evento pretende usar o fascínio da Lua para motivar o interesse e despertar curiosidade dos participantes acerca do nosso satélite.
Em 2011, a data escolhida para este evento será coroada por outro fenómeno celeste, as dracónidas. Essa chuva de estrelas decorre todos os anos nesta mesma época. Alguns estudos publicados antevêem que a Terra se cruzará com alguns rastos de poeiras produzidos pelo cometa 21P/Giacobini–Zinner durante as suas passagens no final do século XIX e princípios do século XX e ao que tudo indica, em 2011, o fenómeno será mais pronunciado.
O número preciso de meteoros que poderá ser observado é muito incerto, mas as estimativas mais modestas apontam para 1 a 10 meteoros por minuto. Infelizmente, devido ao brilho da Lua cheia e da poluição luminosa, apenas 5 a 20% daquele número de meteoros será visível a partir das nossas cidades, o que significa que não devemos esperar observar mais do que um meteoro por minuto.
O máximo da actividade das dracónidas é esperado para o dia 8 de Outubro entre as 16.00 e as 21.00 horas (Tempo Universal - UTC), 17.00 e 22.00, hora de Portugal continental e arquipélago da Madeira. As previsões sugerem um pico de meteoros pouco brilhantes cerca das 21h00 (±30m) hora de Portugal continental e arquipélago da Madeira, causado pelas poeiras do cometa nas passagens de 1900 e 1907.
A Terra já se cruzou previamente com estes rastos de poeiras em 1933 e em 1946, tendo sido produzidas fortes "chuvas" de meteoros em ambas as datas. Existe também a possibilidade de ocorrerem alguns picos mais cedo, entre as 16.00 e as 19.00 horas UTC, que não serão visíveis em Portugal.

in Portal do Astrónomo

Sem comentários: