19 dezembro, 2008

Galileu na primeira pessoa

Do Blog De Rerum Natura publicamos o seguinte post:


Informação recebida da Didáctica:


Título: Chamo-me Galileu Galilei
Autor: Guilherme de Almeida
Formato 15 x 21,5 cm
64 páginas
ISBN 978-972-650-820-5. Totalmente a cores.
Ilustrações de Jorge Miguel
Didáctica Editora, Lisboa.

Este livro conta, na primeira pessoa, a vida e a obra do grande Galileu Galilei. Utiliza uma linguagem acessível, adequada aos jovens, mas os seus conteúdos, serão igualmente úteis a estudantes e também a pessoas crescidas. Totalmente ilustrado a cores.

Natural de Pisa, na Itália, Galileu Galilei (1564-1642) foi o pioneiro do método científico moderno. Fez avançar a Física, as ciências dos materiais e a Astronomia. Os seus trabalhos inspiraram Isaac Newton.

Galileu aperfeiçoou o telescópio e as suas observações iniciaram a queda da antiga concepção geocêntrica do Universo. As descobertas que fez com o telescópio revolucionaram a maneira como se passou a ver o Universo e o lugar do Homem no Universo. Contribuiu decisivamente para a aceitação gradual do modelo heliocêntrico de Copérnico e para o nascimento de uma nova Física. Tudo isto representou um enorme avanço, continuado por Kepler, Newton e outros.

Muitas das conclusões de Galileu desagradaram à Igreja Católica, então muito poderosa, que entendeu que as suas descobertas contrariavam a interpretação literal da Bíblia (que então se fazia). Por isso foi advertido pela Inquisição, em 1616, e condenado, em 1633. No entanto, pela intervenção do Papa João Paulo II, mesma Igreja acabou por lhe dar razão, em 1992. A História reconheceu-o como o pai da ciência moderna.

Comemoram-se (em 2009) 400 anos sobre o início das observações astronómicas com telescópios, feitas por Galileu Galilei, em 1609. Por isso, a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou o ano 2009 como Ano Internacional da Astronomia (AIA2009).

O AIA2009 é um acontecimento a nível mundial em que Portugal também participa, sob a coordenação da Sociedade Portuguesa de Astronomia. Esta comemoração tem por objectivo ajudar as pessoas a redescobrir o seu lugar no Universo através da observação astronómica. E também estimular o interesse e a divulgação da astronomia e da ciência em geral, especialmente entre os jovens. Mais informação em http://www.astronomia2009.org.

Sem comentários: