13 março, 2012

Percival Lowell nasceu há 157 anos

Convencido que havia canais em Marte, foi o fundador do Observatório de Lowell em Flagstaff, Arizona nos Estados Unidos.

Percival Lowell nasceu no seio da distinta família Lowell de Boston. O seu irmão mais novo Abbott Lawrence Lowell foi presidente da Universidade de Harvard, e a sua irmã Amy Lowell era uma bem conhecida poeta e crítica.
Percival Lowell graduou-se na Universidade Harvard em 1876 com distinção em matemática, e viajou intensivamente através do Este americano antes de decidir estudar Marte e astronomia como carreira. Estava particularmente interessado nos supostos canais de Marte, como desenhados por Giovanni Schiaparelli, que foi director do Observatório de Milão e importante astrónomo.
Em 1894 mudou-se para Flagstaff, no estado do Arizona. A uma altitude superior a 2.000 metros (2210 m), e com noites com pouca nebulosidade, era o sítio ideal para observações astronómicas. Nos 15 anos seguintes estudou intensivamente o planeta Marte, fazendo o desenho intricado das marcas da superfície enquanto as tentava perceber. Lowell publicou as suas observações em três livros: Mars (1895), Mars and its Canals (1906) e Mars as the Abode of Life (1908). Desse modo apresentava a opinião de que Marte teria tido formas de vida inteligente.
A maior contribuição de Lowell para estudos planetários surgiu durante os últimos oito anos da sua vida, os quais dedicou ao então chamado Planeta X, que era a designação para o planeta atrás de Neptuno. A investigação prosseguiu durante alguns anos após a sua morte em Flagstaff, ocorrida em 1916; o novo planeta, chamado Plutão, foi descoberto por Clyde Tombaugh em 1930. Os símbolos astronómicos do planeta estão como "PL" (♇), escolhido por parte para homenagear Lowell. Plutão é agora considerado um planeta anão.


Sem comentários: