08 setembro, 2006

Material de Trabalho

Um dos calcanhares de Aquiles para se ensinar matérias relacionadas com a Astronomia em português, é a existência de material realizado na nossa língua. Sentia muito essa falta quando, ainda em Aveiro, trabalhava com crianças e jovens de um bairro social. Tentava suprir um pouco essa carência, traduzindo algumas actividades e trabalhos que estavam originalmente em inglês, e que nos chegavam com alguma frequência ao FISUA. Muitas vezes era necessário algum trabalho de pesquisa na Net.
Penso ser uma ideia bastante útil, criar um grupo de professores que pudésse implementar um de dois trabalhos:
  • Tradução de material existente, principalmente em inglês, e com enorme riqueza pedagógica (salvaguardando, claro, as devidas autorizações);
  • Criar material de raíz, tendo como base esse material
Penso que a utilidade para os alunos seria mais que reconhecida, mas também para os professores, permitindo-lhes uma abertura de horizontes através do contacto com outras formas e suportes de trabalho.

3 comentários:

Fernando Martins disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Fernando Martins disse...

Caro Paulo:

Concordo em absoluto - aliás na nossa Acção estamos a fazer alguns materiais novos, que poderá ser útil para todos, disponibilizando o meu acervo, também, para tal.

Eu já o faço desde há algum tempo - empresto materiais meus, tenho apoiado a criação de Clubes de Astronomia nas Escolas e a elaboração de projectos escolares na área da Astronomia (directa ou indirectamente, já ajudei em 7 projectos destes, apoiados significativamente pela Ciência Viva...).

A ideia, correcta é essa - criar materiais e partilhá-los - a execução é um pouco mais difícil...

João Nelson disse...

penso que é o que todos fazemos, tentamos adaptar o que já existe à nossa própria realidade. sempre que posso ou quando vou a qq pais é das coisas que procuro imediatamente, fun astronomy (physics também no meu caso) ou coisas desse género que depois tento adaptar à minha realidade na escola. por outro lado vou ouvindo o que os colegas fazem e aquilo que me parece tem pés para andar tento também aplicar. um outro caso que me tem ajudado bastante tem sido o cobntacto com astrónomos amadores em diferentes encontros, muita coisa se pode aprender nesta área.